Atividades radicais, banho de cachoeira, trilhas e construções históricas

Quem viajou: Max e Milena
Para onde: Pirenópolis, GO
Quando: 25 de fevereiro a 1º de março de 2017 (feriado de Carnaval)

Hospedagem

Durante nossa estadia em Pirenópolis, nos hospedamos na Pousada do Irlandês (também conhecida como Pousada Santa Terezinha). Foram 4 diárias e as reservas foram feitas através do Booking (link de parceiro), o maior site mundial de reserva de hotéis.

Roteiro

Primeiro Dia: Venda do Bento e check-in em Pirenópolis

Após quase duas horas de viagem de Goiânia a Pirenópolis, fizemos uma parada na Venda do Bento, para o almoço. Pedimos um Filé à Parmegiana, com alho, batata e uma porção de arroz branco. Uma delícia! O prato serve muito bem duas pessoas.

Após o almoço, fomos para a Pousada Santa Terezinha, onde aproveitamos para descansar um pouco, antes de curtir a noite na cidade de Piri.

Caminhamos pela cidade e, já no cair da noite, fizemos um lanche na Crepiri, casa de crepes de Pirenópolis. Enquanto comíamos, ficamos ouvindo marchinhas de carnaval, tocadas por um bloco que passava pela rua do Rosário.

Segundo Dia: Santuário Vagafogo

No segundo dia da nossa viagem visitamos o Santuário Vagafogo.

Trata-se de uma reserva ecológica particular localizada a 5,8km do município de Pirenópolis. O Santuário conta com trilha de 1,5 km que leva a uma cachoeira e piscina natural, e o Circuito Aventura, com rapel, arvorismo e pêndulo.

Fizemos o circuito completo e foi muito divertido. Recomendamos para quem gosta de aventura.
Além das atividades, a propriedade também oferece aos seus visitantes um variado Brunch (aquele café da manhã reforçado, que é quase um almoço) composto por mais de 45 itens produzidos na fazenda.

À tarde, voltamos para a cidade e almoçamos no restaurante Aravinda, onde pedimos um peixe na telha acompanhado de pirão e arroz branco.

Terceiro Dia: Cachoeira do Rosário

A cachoeira do Rosário localiza-se a 36 km do município de Pirenópolis. Saindo de Pirenópolis, é só seguir cerca de 26km pela GO-338, virar à direita, andar por mais cerca de 10km de estrada de terra, até chegar à entrada do complexo da cachoeira do Rosário. É tudo bem sinalizado.

Conhecemos o complexo da cachoeira do Rosário, que conta com restaurante, um redário e a belíssima cachoeira do Rosário, de 42m de queda negativa.

Optamos pelo "combo" Cachoeira + Almoço, ao custo de R$90,00 por pessoa. O almoço caipira estava incrível. Comida caipira servida no fogão a lenha.

Nos dias úteis, a visita sem o almoço, só para conhecer a cachoeira, custa R$ 45,00 por pessoa.

Dica: Vá preparado para passar o dia. No início da manhã eles oferecem um lanche, composto frutas da época, doce de banana com queijo, e cachaça. Tudo incluso no day-use.

Quarto Dia: Cachoeiras dos Dragões

Em nosso quarto dia de viagem resolvemos passar mais um dia conhecendo cachoeiras. A escolha da vez foram as Cachoeiras dos Dragões.

Localizadas a 4,7km da cachoeira do Rosário, e a aproximadamente 40km da cidade de Pirenópolis, as Cachoeiras dos Dragões localizam-se próximas ao Mosteiro Zen Budista Eisho Ji. Os próprios monges cuidam da entrada e saída dos visitantes. O valor do ingresso custou R$40,00.

O lugar é de tirar o fôlego! As 8 cachoeiras, batizadas com nome de dragões pelos monges, possuem diferentes níveis de acesso. De fácil a difícil. Gastamos praticamente um dia inteiro para conhecer todas as cachoeiras. Não pela dificuldade ou pela distância, mas optamos por ficar um tempinho razoável em cada uma.

Dica: Leve comida e água, mas saiba que em alguns pontos você conseguirá encher o seu cantil.

Quinto Dia: Passeio no Centro Histórico e retorno para casa

No nosso ultimo dia, optamos por caminhar e tirar algumas fotos no Centro Histórico de Pirenópolis. 

A cidade é muito bonita e a arquitetura preservada como Patrimônio Histórico é um charme à parte. Casas coloridas e com estilo colonial chamam à atenção, junto às igrejas em estilo barroco e as ruas de pedras. A impressão é de que o tempo parou em Pirenópolis.

Depois do passeio, almoçamos em um restaurante próximo à Praça da Matriz. Logo após estarmos abastecidos, retornamos para Goiânia.

Gostou? Compartilhe!

Se você gostou do roteiro, compartilhe com seus amigos. Mostre o que Piri tem de bom. 

Milena profile

Milena Moraes

Milena é fiscal ambiental e gosta de natureza. Quando não está viajando a trabalho para fiscalizar o meio ambiente, ela gosta de viajar para se divertir.

Os Turistas têm uma entrega especial para você!

Assine nossa lista e receba mais artigos como este diretamente no seu e-mail. É prático, é rápido e é gratuito!

Nós respeitamos sua privacidade. Prometemos que não enviaremos spam. Apenas o informativo de artigos novos no blog. Você receberá, no máximo, um e-mail nosso por dia. Pode confiar!

Artigos relacionados

Booking.com